A corrida dos ratos - você está nela?

A corrida dos ratos – você está nela?

 

No artigo de hoje, vamos falar sobre consumismo e mostrar como muitas vezes ficamos presos em uma corrida dos ratos sem nem mesmo nos darmos conta.

A busca pela felicidade

Não é incomum ver pessoas se gabando por ter comprado isso ou aquilo com super desconto. Ou por ter passado a madrugada na fila daquela loja de eletrônicos para conseguir uma TV pela metade do preço. Ou por ter passado horas em uma fila para conseguir algo de graça.

A cada ano em média nós temos mais eletrodomésticos em casa, mais roupas no armário, mais produtos de higiene pessoal no banheiro, mais e mais. Essa forma de consumo faz com que nossa casa fique mais cheia de coisas, mas também nossa vida fique mais cheia de problemas.

Mas você já se perguntou porque sentimos tanta vontade de ter mais e mais coisas?

Desejo pelo novo

A resposta é bem simples. Queremos ser pessoas mais felizes. E ao comprar algo novo, sentimos uma injeção de dopamina (hormônio do prazer) que nos faz sentir satisfação e, consequentemente, felicidade. O único problema nessa situação é que esse tipo de felicidade dura pouco, e logo temos que ir atrás de adquirir outro bem para nos sentirmos mais felizes

Algumas vezes, não estamos comprando apenas para nos sentir felizes com aqueles bens, mas para mostrar para outras pessoas que podemos ter eles. O que pode até fazer o efeito oposto e nos trazer infelicidade.

O grande problema dessa atitude consumista é que ela afeta nossas finanças e, consequentemente, nossa qualidade de vida. Se temos que continuar comprando e comprando para nos sentirmos feliz, todos os anos estaremos desembolsando uma grande quantidade de dinheiro para mantermos esse padrão. Consequentemente, teremos que trabalhar mais para ganhar mais dinheiro e conseguir manter essas compras periódicas. O pior é que, às vezes, odiamos nosso trabalho, mas temos que nos manter nele para conseguir pagar todas as coisas que compramos.

A corrida dos ratos

O autor Robert Kiyosaki criou o termo Corrida dos Ratos  para o ciclo sem fim de comprar mais e se manter naquele emprego que odiamos para sustentar as dívidas.

Segundo Kiyosaki, sempre seguimos o mesmo caminho sem pensarmos muito nele: vamos a escola, depois para a faculdade, depois nos casamos e compramos uma casa e um carro, depois temos filhos e gastamos dinheiro com a educação dos filhos, depois temos que trabalhar mais para ter uma casa e um carro maior, nos endividados até o pescoço com o cartão de crédito, depois nossos filhos seguem esse mesmo caminho de consumo e assim por diante.

O animador Steve Cutts ilustra muito bem o que é a corrida dos ratos em seu vídeo intitulado “Happiness”.

Mas ao nos vermos como ratos, sempre correndo para conseguir mais e mais coisas, percebemos que nunca nos foi falado para pensar criticamente nas coisas que consumimos. Normalmente, nas famílias brasileiras, não paramos para pensar se existe outra alternativa se não a do consumismo exagerado, e nem mesmo nos perguntamos se trilhar esse caminho é o que nos deixa mais felizes.

Consumismo e finanças pessoais

Certamente, ser menos consumista nos livra de estar sempre com dívidas, com o cartão de crédito no limite, e devendo dinheiro para pessoas próximas.

Mas também, há outro lado que não costumamos ver. Ser menos consumista, nos dá liberdade sobre nosso dinheiro. Ao adotar essa postura, gastamos dinheiro de forma pontual e apenas com coisas que nos deixam realmente felizes.

Essa atitude de menor consumo, nos permite chegar ao fim do mês com dinheiro na conta. E se investirmos esse dinheiro de forma regular e inteligente, com investimentos balanceados entre Renda Fixa e Renda Variável, podemos criar uma estabilidade financeira ou liberdade financeira, que vai nos abrir um leque de opções no futuro.

Um exemplo dos benefícios dessa liberdade financeira é poder parar de trabalhar por um tempo para se dedicar a outra atividade por prazer, ou até para cuidar da saúde. Ou ainda, poder viajar e viver experiências novas em países e culturas diferentes.

Mas o melhor motivo para deixar de ser menos consumista e sair de vez da corrida dos ratos é não precisar se preocupar com a falta de dinheiro. Se nos conscientizarmos sobre aquilo que podemos ou não podemos comprar, e mais ainda, se entendermos que não precisamos comprar mais objetos para sermos felizes, podemos enfim controlar nosso dinheiro. Podemos parar de sermos escravos do nosso próprio dinheiro e fazer com que ele trabalhe para nós.

Afinal, investir é fazer seu dinheiro trabalhar para você. Assim, esse dinheiro investido vai fazer mais dinheiro com o decorrer do tempo e você não vai precisar se preocupar mais se tem ou não tem dinheiro. Como diz o autor T. Harv Eker “A maioria das pessoas associa dinheiro a prazer imediato. Para mim, ele deve ser acumulado para proporcionar liberdade.”

Educação Financeira

Mas, mesmo sendo difícil sair da corrida dos ratos, existe uma solução para conseguirmos ser bem mais astutos e percebermos que estamos presos em um eterno ciclo vicioso: o conhecimento. Mas conhecimento apenas não é necessário, é preciso conhecimento financeiro.

Comprar e ler livros de educação financeira é o primeiro passo para conseguir liberdade financeira.

Por que?

Simples, porque você só pode mudar sua vida se você souber o que está errado e como obter as coisas certas.

Pessoalmente, eu também estive presa na corrida dos ratos até ler o livro Pai Rico, Pai Pobre, depois disso, li outros livros de finanças pessoais como Adeus, Aposentadoria do Gustavo Cerbasi e livros de Investimentos como o Guia Suno dividendos.

Esse conhecimento me permitiu agir sobre a minha vida e mudar os pontos errados que estavam me prendendo na corrida dos ratos.

Conclusão

Nesse artigo vimos que vivemos, muitas vezes, em uma corrida dos ratos, sempre em busca da felicidade em bens de consumo.  Além disso, vimos que o consumismo pode ser o maior inimigo das nossas finanças pessoais. Por fim, concluímos que a educação financeira é primeiro passo para mudar o jogo e ler livros para adquirir esse conhecimento é primordial.

Quer saber como economizar mais e pagar suas dívidas de forma rápida? Temos um guia completo sobre o assunto.

Gostou do artigo de hoje? Já havia ouvido falar sobre a corrida dos ratos? Comente aqui embaixo!

Obrigada!

Acredita que o planejamento e a educação financeira podem fazer com que qualquer meta de vida seja alcançada. Busca difundir a administração de dinheiro de forma simples e eficaz através de investimentos.