O que é uma análise técnica?

 

No mercado financeiro, existem dois principais modos de analisar uma ação antes de comprá-la: a análise técnica e a análise fundamentalista. No artigo de hoje, vamos falar o que é a análise técnica e quais são os indicadores utilizados.

O que é uma análise técnica?

A análise técnica (ou análise gráfica) busca analisar investimentos observando os movimentos do mercado, para isso são analisados os movimentos dos preços e o volume de negociação para encontrar oportunidades de compra.

Essa análise é usada por traders, ou seja, pessoas que buscam otimizar seus ganhos através de oportunidades no mercado. O foco desses analistas é encontrar padrões de preço e nível de negociações. Diferente da análise fundamentalista, investidores que adotam a análise técnica tendem a negociar para o curto prazo, ou seja, eles compram e vendem seus investimentos por um curto período de tempo, visando o lucro.

A análise técnica é frequentemente usada na bolsa de valores, não só para a negociação de ações, mas também para commodities (ouro, petróleo, etc), moedas (dólar, euro, etc), e outros.

O nome “técnica” se refere aos gráficos usados para identificar os padrões de preço e as tendências de negociação de cada investimento. Normalmente, análises passadas são levadas em conta para indicar os preços futuros. Nesse tipo de análise, se dar pouca relevância à notícias e aos balanços demonstrativos de cada empresa.

Quer saber como analisar ações? Temos um guia completo sobre o assunto.

Como a análise técnica nasceu

O objetivo principal da análise técnica é prever quando o preço de um investimento vai cair ou subir. Segundo o site Bússola do investidor, a análise técnica tem origem na Teoria de Dow, o estudioso que deu o nome ao índice Dow Jones. Essa teoria ressalta alguns fundamentos:

Os índices refletem o mercado: os índices como IBOVESPA, IFIX, S&P 500, Dow Jones, e outros representam os movimentos do mercado, ou seja, quando os índices sobem ou caem os ativos que representam esses índices estão se valorizando ou desvalorizando. 

O mercado tem tendências: normalmente, o mercado tende a se valorizar no decorrer dos anos, porém ocorreram altas e baixas com o passar do tempo.

O volume de negociações deve refletir uma tendência: quando o mercado está em alta, ocorrerão mais negociações. Quando o mercado está em baixa, ocorrerão menos negociações. 

Como fazer uma análise técnica

A busca principal da análise técnica é prever os movimentos dos preços. Segundo o site Investopedia, os indicadores mais utilizados para os analistas técnicos são:

  • tendências de preços
  • padrões gráficos
  • indicadores de volume e momento
  • osciladores
  • médias móveis
  • suporte e nível de resistência

 

Conclusão 

Análise técnica é o estudo mais utilizados pelos traders, aquelas pessoas que querem realizar lucros no curto prazo. Os indicadores utilizados são tendências e padrões passados para prever os movimentos futuros.

Como sempre reforçamos aqui no blog, o estudo é primordial para que possamos desfrutar ao máximo do potencial do mercado de capitais. Não existe dinheiro fácil. Por isso, seja qual for a forma de análise que você escolher (análise técnica ou análise fundamentalista), sempre tende estudar bastante antes de fazer um investimento e nunca invista na bolsa de valores dinheiro que você vai precisar no curto prazo.

Gostou do artigo de hoje? Comente aqui embaixo

Obrigada. 

By Anna Kesya Lima

Acredita que o planejamento e a educação financeira podem fazer com que qualquer meta de vida seja alcançada. Busca difundir a administração de dinheiro de forma simples e eficaz através de investimentos.